Djokovic tem trabalho, mas passa para as semifinais

Novak Djokovic, o número 1 do mundo, venceu o americano Taylor Fritz numa partida disputada que durou quase 4 horas.

O sérvio sofreu nos dois primeiros sets, ganhando o primeiro no tie-break, por 7/6, e perdendo o segundo por 4/6.

No segundo set, Fritz quebrou o serviço de Djokovic e salvou dois break points, fechando o set em um game em que ele sacou.

Depois da partida, Djokovic disse que sofreu muito mos primeiros sets pelo calor muito forte e pela qualidade do tênis de Fritz.

“Ele estava sacando bem, estava ficando próximo a rede, ele estava me sufocando no final da quadra,” disse o número 1.

“Foi muito difícil achar o timing certo. Estava extremamente quente quando o sol ainda estava. Fisicamente e emocionalmente foi muito difícil. Eles estava jogando muito bem.”

Fritz, no entanto, não conseguiu sustentar o momentum e Djokovic venceu o terceiro e quarto sets com facilidade, ganhando de 6/2 e 6/2.

Essa foi a 33ª vitória seguida de Djokovic no Australian Open — a maior sequência de vitórias da Era Aberta do tênis, que começou em 1968. O sérvio estava sem perder nenhum set no torneio de Melbourne desde 2021.

Djokovic vai disputar as semifinais com o vencedor da partida entre Jannik Sinner e Andrey Rublev, que está acontecendo agora.

Compartilhe nas suas redes:

Receba o Brasil Tênis no seu email
A melhor cobertura dos torneios de tênis, além de curiosidades e bastidores do esporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×