Em vitória surpreendente, Sinner bate melhor do mundo e vai para a final

Numa partida marcada por diversos erros de Novak Djokovic, o italiano Jannik Sinner venceu o número 1 do mundo por 3 sets a 1, com parciais de 6/1, 6/2, 6/7 e 6/3.

Com a vitória, Sinner vai enfrentar na final o vencedor da partida entre o russo Daniil Medvedev e o alemão Alexander Zvedev, que acontecerá nas próximas horas.

O jogo de hoje surpreendeu os fãs do tênis, com Sinner dominando a partida e levando o jogo com relativa tranquilidade.

O italiano dominou completamente o primeiro set, quebrando vários serviços do sérvio e vencendo por impressionantes 6/1.

No segundo set, a dinâmica foi parecida, com Sinner jogando melhor que o adversário e levando o set por uma vantagem confortável de 6/2.

Para se ter uma ideia do tom do início da partida, nos dois primeiros sets Djokovic teve 14 erros não forçados contra apenas 6 do italiano.

No terceiro set, Djokovic melhorou seu jogo de forma brutal, levando a partida para 6/6, e vencendo o tie-break por 8 a 6. 

Já no quarto set, Sinner voltou a dominar, com Djokovic demonstrando cansaço. O italiano quebrou dois serviços do sérvio e abriu uma vantagem de 4/1 logo de cara. Ele fechou o set em 6/3.

A partida durou cerca de 3h30.

Com a vitória, Sinner vai tentar vencer o primeiro Grand Slam de sua carreira. O italiano de Monaco já venceu 10 torneios do ATP Tour, incluindo o Canadian Open, mas nunca levou um Grand Slam para casa.

O mais próximo que ele chegou foi no Wimbledon do ano passado, quando ele foi para as semifinais.

Djokovic e Sinner já haviam se enfrentado outras três vezes antes, com o italiano levando a melhor e ganhando em duas das partidas.

Ele primeiro venceu o sérvio durante a fase de grupos do ATP Finals do ano passado em Turin, mas depois perdeu na final. Na Davis Cup, Sinner derrotou Djokovic outras duas vezes no mesmo dia — uma no simples e uma nas duplas.

Antes da partida de hoje Sinner havia dito que estava animado para o jogo. “É para isso que eu treino, para jogar contra os melhores jogadores do mundo,” disse ele. 

Ao derrotar Djokovic, Sinner também fez história. O sérvio nunca havia perdido numa semifinal do Australian Open. Todas as onze vezes em que Djokovic chegou nessa fase do campeonato ele acabou levando o título.

Sinner já fez história para seu país. Com a quarta posição no ranking da ATP, o tenista é hoje o italiano mais bem ranqueado da história do tênis. 

Caso consiga vencer o Happy Slam, seu feito será ainda maior.

Compartilhe nas suas redes:

Receba o Brasil Tênis no seu email
A melhor cobertura dos torneios de tênis, além de curiosidades e bastidores do esporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×