Fonseca perde nas quartas e encerra campanha histórica no Rio Open

João Fonseca não conseguiu passar pelas quartas de final do Rio Open — perdendo para o argentino Mariano Navone e encerrando uma campanha histórica no torneio de ATP 500.

O brasileiro perdeu por dois sets a um, com parciais de 6/2, 3/6 e 3/6.

Fonseca veio de uma campanha histórica no Rio Open, chegando às quartas de final com apenas 17 anos após vencer o francês Arthur Fils, o número 36 do mundo, e o chileno Christian Garin, o número 88 do mundo.

Com a derrota, não há mais nenhum brasileiro no Rio Open.

Thiago Wild perdeu hoje para o britânico Cameron Norrie e Thiago Monteiro perdeu para o argentino Sebastian Baez.

Navone vai enfrentar Norrie nas semifinais, enquanto Baez vai enfrentar o também argentino Francisco Cerundolo.

Fonseca é visto como a principal promessa do tênis brasileiro, já tendo sido comparado por alguns com Gustavo Kuerten.

Fonseca começou dominando a partida, impondo seu jogo e não deixando o argentino jogar. Mas Navone melhorou muito no segundo e terceiro set, ao mesmo tempo em que Fonseca começou a sentir o físico, se mostrando claramente cansado.

“Apesar da derrota estou muito feliz com a semana. Foi um sonho. Um torneio maravilhoso. Hoje, foi mérito dele… Estava muito calor. Muito fadigado. Mas agora é seguir trabalhando, que tem muita coisa pela frente,” disse Fonseca depois da partida.

Compartilhe nas suas redes:

Receba o Brasil Tênis no seu email
A melhor cobertura dos torneios de tênis, além de curiosidades e bastidores do esporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×