Melo é vice-campeão nas duplas em Monte Carlo e virá número 1 do Brasil

Marcelo Melo e Alexander Zverev foram vice-campeões das duplas do Masters 1000 de Monte Carlo — num campanha histórica para o brasileiro de 40 anos.

Foi a primeira final de Melo num torneio de nível Masters 1000 nos últimos cinco anos e a 73ª decisão de final de sua carreira. 

Melo — que já foi o número 1 do mundo nas duplas em 2015 — tem 37 títulos em sua carreira, 10 de Masters 1000. 

Em Monte Carlo, ele nunca ganhou, tendo sido vice-campeão em 2014. O último título de Melo foi o ATP 500 de Halle, em junho do ano passado, que ele ganhou ao lado do australiano John Peers.

Leia também >> As melhores raquetes de tênis em 2024

Com a campanha em Mônaco, Melo dará um salto no ranking de duplas Ele está saindo da posição 49 do mundo para a 34, reassumindo o posto de número 1 do Brasil nas duplas, que era ocupado nos últimos meses por Rafael Matos, o número 45 do mundo.

Já o alemão Zverev — que é o número 5 do mundo no simples — também deve disparar no ranking de duplas, onde ele estava na posição 167 antes do torneio.

Melo e Zverev perderam para os belgas Sander Gille e Joran Vliegen por 2 sets a 1 com parciais de 5/7 6/3 10/5. A partida durou 1 hora e 34 minutos.

Compartilhe nas suas redes:

Receba o Brasil Tênis no seu email
A melhor cobertura dos torneios de tênis, além de curiosidades e bastidores do esporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×