Melo e Matos formam dupla de olho nas Olimpíadas

Rafael Matos e Marcelo Melo vão jogar juntos nas duplas a partir do ATP 250 de Genebra, que começa no dia 19 de maio.

Os dois querem melhorar o entrosamento já de olho nos Jogos Olímpicos de Paris, que começam em julho. 

A ideia é jogar os próximos grandes torneios juntos (incluindo Roland Garros e Wimbledon) e buscar uma classificação para as Olimpíadas, onde pretendem disputar as duplas juntos. 

Matos, o número 44 do mundo, e Melo, o 34, jogaram juntas apenas uma vez, no ATP de Xangai do ano passado. No torneio, eles foram eliminados na terceira rodada. 

Siga o Brasil Tênis no Twitter e acompanhe nossas notícias em tempo real

“Combinamos de formar dupla a partir de Genebra, visando buscar um entrosamento,” disse Melo. “Acreditamos muito na nossa parceria e na classificação para a Olimpíada. E ter esse tempo de treino e jogo antes, caso a gente se classifique, será excelente para nós.”

Matos disse que a expectativa para a parceria é alta. 

“Acho que nós dois estamos vivendo um bom momento, vai ser uma honra jogar e aprender também com ele, uma referência do tênis no Brasil, que já foi número 1 do mundo,” disse ele. “Estou bem empolgado com a nova parceria e visando essa possível vaga na Olimpíada.”

No Masters 1000 de Roma, Melo ainda vai jogar ao lado do alemão Alexander Zverev, com quem chegou à final do Masters de Monte Carlo. Mas a partir de Genebra, ele vai disputar todos os torneios com Matos, pelo menos até as Olimpíadas. 

Leia também

As melhores raquetes de tênis em 2024

Qual é a raquete de Carlos Alcaraz

Compartilhe nas suas redes:

Receba o Brasil Tênis no seu email
A melhor cobertura dos torneios de tênis, além de curiosidades e bastidores do esporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×