Hsieh, que eliminou Stefani, vai disputar duas finais

A taiwanesa Su-Wei Hsieh — que junto com a belga Elise Mertens foi responsável por eliminar a brasileira Luisa Stefani das duplas femininas nas quartas de final — está entregando uma campanha memorável no Australian Open deste ano.

A tenista vai disputar duas finais do torneio, jogando a partida final das duplas femininas e das duplas mistas.

Hsieh é uma lenda do tênis de Taiwan, já tendo conquistado seis Grand Slam em duplas, dois deles no ano passado (Roland Garros e Wimbledon). 

No Australian Open, no entanto, ela ainda não conquistou nenhum título. Sua melhor campanha foi vice-campeonato em 2020. 

Nas duplas femininas, Hsieh e Mertens vão jogar a final contra as vencedoras da partida entre a ucraniana Lyudmyla Kichenok e a letã Jelena Ostapenko e a canadense Gabriela Dabrowski e a neozelandesa Erin Routliffe. A partida está marcada para sexta-feira. 

Hsieh e Mertens garantiram sua vaga na final ao derrotar hoje a tcheca Katerina Siniakova e a australiana Storm Hunter. A partida foi dura, com a taiwanesa e a belga ganhando por 2 sets a 1, em parciais de 7/5, 1/6 e 6/3.

Já nas duplas mistas, Hsieh vai jogar junto com o polonês Jan Zielinski. Os dois vão enfrentar a americana Desirae Krawczyk e o britânico Neil Skupski. 

A final das duplas masculinas será disputada entre o indiano Rohan Bopanna — que virou o novo número 1 do ranking ATP de duplas depois dos resultados deste Australian Open — e seu parceiro Matt Ebden, da Austrália, contra os italianos Simone Bolelli e Andrea Vavassori. 

Com 43 anos, Bopanna se tornou o número 1 mais velho da história do ranking de duplas da ATP. 

Compartilhe nas suas redes:

Receba o Brasil Tênis no seu email
A melhor cobertura dos torneios de tênis, além de curiosidades e bastidores do esporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×