Simona Halep tem banimento por doping suspenso. Entenda o caso

Simona Halep — a tenista romena que já foi a número 1 do mundo — vai finalmente poder voltar às quadras.

Depois de ter sido sentenciada por um tribunal independente da International Tennis Federation (ITF) a um banimento de quatro anos por doping, Halep teve seu recurso aceito pelo Tribunal Arbitral do Esporte (TAS).

Com isso, sua pena foi reduzida para apenas 9 meses, com a contagem começando em 7 de outubro de 2022, quando ela foi acusada pela primeira vez. O período de banimento, portanto, já terminou em 6 de julho de 2023, e Halep vai pode voltar a disputar torneios do circuito profissional imediatamente. 

Depois da sentença, Halep disse que “sua confiança no sistema foi testada pelas alegações escandalosas que fizeram contra mim e os recursos aparentemente ilimitados que foram direcionados contra mim. Mal posso esperar para voltar ao tour.”  

Já a Agência Internacional de Integridade do Tênis disse que “um elemento essencial do sistema anti-doping é a habilidade do tenista de apelar da decisão, e o ITIA respeita tanto seu direito de fazer isso como o resultado final.”

Simona Halep havia sido banida depois de testar positivo para uma das substâncias proibidas pela regulação da agência, o Roxadustrat, durante sua participação no US Open daquele ano. 

A tenista havia se defendido dizendo que havia ocorrido uma contaminação não intencional em sua bebida — uma tese que a TAS aceitou. 

Segundo a decisão do TAS, a tenista também terá direito de receber uma indenização de 21 mil euros. 

Compartilhe nas suas redes:

Receba o Brasil Tênis no seu email
A melhor cobertura dos torneios de tênis, além de curiosidades e bastidores do esporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×