Bia Haddad se mantém no ranking, mesmo com performance fraca

Mesmo com sua performance fraca nas últimas semanas, Bia Haddad conseguiu manter sua posição no ranking WTA, continuando como a número 13 do mundo. 

Bia Haddad perdeu 7 das 10 últimas partidas que disputou. Mas, como chegou às oitavas de final do WTA 500 de Charleston, conseguiu somar 50 pontos, se aproximando da número 12 do mundo, a tcheca Karolina Muchova, que está machucada e ainda não tem previsão de retorno.

O grande teste de Haddad nesta temporada será o Roland Garros.

Leia mais

As melhores raquetes de tênis em 2024

Qual é a raquete de Carlos Alcaraz

No ano passado, a brasileira chegou até a semifinal do Grand Slam, sendo eliminada pela número 1 do mundo Iga Swiatek. Ou seja, se tiver uma performance fraca no torneio este ano Bia Haddad poderá perder várias posições no ranking. 

No novo ranking da WTA, Swiatek se manteve como número 1 do mundo, um posto que mantém há 99 semanas consecutivas. Aryna Sabalenka também continuou como número 2.

A grega Maria Sakkari subiu uma posição, para a número 6 do mundo, enquanto a tunisiana Ons Jabeur caiu três posições, para a número 9 do ranking. A chinesa Qinwen Zheng tornou-se a número 7 e Marketa Vondrousova, a 8. 

O grande destaque foi a americana DAnielle Collins, que subiu sete posições, para a 15 do mundo. Há três semanas, a americana não estava sequer no top 50, mas galgou posições depois de conquistar dois títulos: o WTA de Charleston e o Miami Open. 

Compartilhe nas suas redes:

Receba o Brasil Tênis no seu email
A melhor cobertura dos torneios de tênis, além de curiosidades e bastidores do esporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×