Alcaraz é destruído por Dimitrov; “Me senti com 13 anos,” diz espanhol

Nas quartas de final do Miami Open, o búlgaro Gregor Dimitrov venceu com tranquilidade o espanhol Carlos Alcaraz, o número 2 do mundo e vencedor de um Grand Slam.

Dimitrov — que tem 32 anos (12 a mais que o espanhol) e é o número 12 do mundo — dominou completamente a partida, jogando com agressividade e não deixando Alcaraz entrar no jogo.

O búlgaro venceu por dois sets a zero, com parciais de 6/2 e 6/4.

Depois da partida, Alcaraz disse que estava muito frustrado, “porque ele fez eu me sentir como se eu tivesse 13 anos.”

“Foi uma loucura, eu estava falando com meu time e dizendo: eu não sei o que tenho que fazer,” disse Alcaraz na coletiva de imprensa.

O espanhol disse ainda que Dimitrov jogou um “tênis fantástico, quase perfeito, se posso usar esse termo. Eu não fui capaz de achar soluções. Não achei uma forma de fazer ele se sentir desconfortável na quadra. Ele jogou um ótimo jogo.”

“Eu acho que joguei um bom tênis. Eu deixei a quadra pensando que eu deveria ter mudado meu jogo antes, mas eu ainda sinto que joguei um bom tênis.”

Leia também >> Premiação do Miami Open: veja os valores de 2024

Alcaraz só começou a reagir no jogo quando a partida já estava em 2/6 e 1/4 para o búlgaro. Nesse momento, Alcaraz conseguiu ganhar três games seguidos, empatando em 4/4.

A reação, no entanto, foi tardia, e Dimitrov conseguiu quebrar mais um serviço de Alcaraz e fechar em 6/4 o segundo set.

“Carlos é fantástico. Eu amo assistir ele jogar. Honestamente, eu amo ver ele jogar, eu amo treinar contra ele e competir contra ele. Quero dizer, eu sou 12 anos mais velho. Honestamente, é muito divertido para mim me testar. É uma grande oportunidade, Dimitrov disse na coletiva. 

“Contra ele você não pode deixar ele bater na bola. Acho que vimos o que aconteceu mesmo quando eu estava liderando no segundo set. Ele me quebrou. Foram quatro games seguidos e não tinha nada que eu pudesse fazer. Mas não tinha motivo para eu me desestabilizar. Só tinha que me manter paciente.”

“Foi isso que aconteceu no último game. Eu continuei acreditando no jogo que estava jogando e a execução foi boa.”

Na semifinal do Miami Open, Dimitrov vai enfrentar o alemão Alexander Zverev, que derrotou Fabian Marozsan nas quartas de final.

Compartilhe nas suas redes:

Receba o Brasil Tênis no seu email
A melhor cobertura dos torneios de tênis, além de curiosidades e bastidores do esporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×