Zverev fecha acordo e encerra acusação de violência doméstica

No mesmo dia em que se classificou para as finais de Roland Garros pela primeira vez em sua carreira, Alexander Zverev fechou um acordo para encerrar uma acusação de violência doméstica de sua ex-namorada. 

Brenda Patea acusava o número 4 do mundo de estrangulá-la na escada de um prédio em 2020. 

O processo, que corria desde outubro do ano passado, foi encerrado hoje pela juíza da corte de Berlim, Bárbara Lüders, sem veredito — prevalecendo a presunção de inocência de Zverev.

Em contrapartida, Zverev terá que pagar € 200 mil de custos processuais, dos quais € 150 mil vão para o estado alemão, e o restante para a caridade. Não ficou claro, no entanto, se o acordo envolveu algum pagamento para Patea, que é mãe de um filho de Zverev.

“Acho que é importante seguir a vida sem culpa adicional. É isto que foi acordado aqui. É um bom fim, é um sucesso”, disse a juíza, segundo a agência alemã DW. 

“Estamos felizes com o acordo. É pelo bem da criança que eles têm juntos, para que ela tenha a chance de crescer sem conflito,” disse uma das advogadas do tenista.

O caso foi a julgamento depois que Zverev apelou de uma decisão de outubro passado que o multava em € 450 mil.

Compartilhe nas suas redes:

Receba o Brasil Tênis no seu email
A melhor cobertura dos torneios de tênis, além de curiosidades e bastidores do esporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×