Médico de Djokovic descarta Wimbledon: “Muito improvável”

As chances de Novak Djokovic participar de Wimbledon parecem cada vez mais remotas. 

Depois do sérvio sofrer uma lesão no joelho e fazer uma operação rápida no menisco, o cirurgião ortopedista do tenista disse que “dificilmente” Djokovic se recuperará a tempo do Grand Slam inglês. 

“É muito improvável que ele esteja 100% em três semanas,” disse Antoine Gerometta ao jornal francês L’Équipe.

Segundo ele, Djokovic vai começar a fazer exercícios nesta terça-feira, seis dias depois de fazer sua cirurgia, tornando o tempo de recuperação muito apertado para que ele possa participar do torneio.

Djokovic — que tem 37 anos — já vinha sentindo um incômodo no joelho direito há algum tempo. Mas a situação piorou muito depois de uma queda que ele teve em Roland Garros, durante o segundo set de sua partida pelas oitavas de final do torneio, contra o argentino Francisco Cerundolo. 

Djokovic conseguiu ganhar a partida mesmo assim, mas desistiu de jogar as quartas de final depois de fazer exames que mostraram a lesão no menisco. 

O grande objetivo de Djokovic é estar pronto para participar dos Jogos Olímpicos de Paris, que começam no final de julho. O sérvio já disse algumas vezes que busca ganhar as Olimpíadas deste ano, já que esse é o único grande título que ele não tem.

Compartilhe nas suas redes:

Receba o Brasil Tênis no seu email
A melhor cobertura dos torneios de tênis, além de curiosidades e bastidores do esporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×