Com final em Assunção, João Fonseca bate mais um recorde

Com sua vitória ontem em cima do argentino Roman Burruchaga, João Fonseca quebrou mais um recorde.

O jovem carioca de apenas 17 anos se tornou o primeiro tenista nascido em 2006 a chegar a uma final de simples de um Challenger.

No mês passado, no Rio Open, Fonseca já havia feito história ao se tornar o brasileiro mais jovem a chegar as quartas de final de um torneio ATP e o quarto mais jovem do mundo — atrás apenas de Rafael Nadal (2003), Alexander Zverev (2014), Karen Khachanov (2013) e Kei Nishikori (2007).

Fonseca também é hoje o tenista sub-18 com a melhor classificação no ranking ATP.

Com sua ida para a final ele já subiu para a posição 284 do ranking. Se vencer, dispara para a posição 252.

Em janeiro, João Fonseca já havia batido outro recorde, ao se tornar o sul-americano mais jovem a chegar três vezes as quartas de final de um Challenger, superando o argentino Juan Martin del Potro.

A ascensão de Fonseca tem sido meteórica nos últimos meses: o tenista — que foi campeão do US Open juvenil e número 1 da categoria — migrou para o profissional no ano passado e rapidamente subiu para posições relevantes do ranking.

“Eu acho que no ano passado tudo aconteceu muito rápido. Este ano está acontecendo da mesma forma,” Fonseca disse ontem numa entrevista a ATP Tour.

“Eu comecei o ano ao redor da posição 600 e hoje estou na 341. Eu ganhei duas rodadas no Rio Open. Isso significa muito. Eu acho que a visibilidade do meu nome está crescendo muito.”

Apesar disso, ele disse que está tentando se manter nas rotinas, e com a sua equipe.

“É assim que eu quero continuar crescendo o mais rápido que der. Estou me desenvolvendo, a evolução ainda está acontecendo.”

Compartilhe nas suas redes:

Receba o Brasil Tênis no seu email
A melhor cobertura dos torneios de tênis, além de curiosidades e bastidores do esporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×